[Guia] Android para Desenvolvedor Java

Tempo de leitura: 7 minutos

Duas das situações que SEMPRE aparecem dentre tantas dúvidas que recebo todos os dias são:

  1.  “Sou desenvolvedor (sua linguagem mais querida até o momento), como faço para migrar para o desenvolvimento Android?”
  2. “Já estou no mercado de TI como (sua profissão antes de se tornar um desenvolvedor Android), quero me inserir no mercado Android”

Se você já é profissional de TI e/ou experiente em uma linguagem específica, mudar de profissão para Desenvolvedor(a) Android ou agregar esse conhecimento é muito mais fácil do que você imagina.

Hoje começa uma série de guias aqui no AndroidPro, voltada a explorar algumas dessas situações!

Esses guias são destinados à desenvolvedores com experiência em alguma linguagem que buscam migrar para o desenvolvimento Android.

Nesse primeiro, vamos falar do Desenvolvedor Java.

Quão importante é entender ou aprender Android para o desenvolvedor Java? 

O desenvolvimento Android tem influenciado muito no crescimento e evolução da linguagem Java nos últimos anos.

Em resposta à essa questão:

Depende, se você gosta de desenvolvimento de aplicativos, quer aproveitar seus conhecimentos na linguagem Java e desenvolver para uma plataforma que atende a milhões pelo mundo, o Android oferece essa oportunidade para você.

O que isso significa? Significa que o desenvolvedor Java está a um passo de se tornar um desenvolvedor Android, e este guia é sobre isso.

Agora, para entender como o desenvolvedor Java pode iniciar sua carreira no desenvolvimento Android, continue comigo:

  • Como aproveitar meu conhecimento?
  • Do Java para o Android
  • Próximos passos

Tem mais algum “Javeiro” que precisa saber disso? Então compartilhe esse artigo com seus amigos e ajude eles a aprenderem desenvolvimento Android da melhor forma 😉

Como aproveitar meu conhecimento?

A maior vantagem que o desenvolvedor Java têm sobre os outros, é que a API do Android é muito parecida com a API do Java, embora o Android não ofereça suporte a todas as classes disponíveis do Java SE, ela é compatível com as principais.

Outra vantagem é que você pode usar as mesmas ferramentas, por exemplo, o Android Studio é baseado no Intellij IDEA para desenvolver aplicativos Android. Então se você já utiliza a IDE da Jetbrains, vai se sentir em casa.

Como eu disse, o Android usa o Java para o desenvolvimento de aplicativos. Então, você pode desenvolver seus aplicativos Android usando a API do Java fornecida pelo Google.

Mas, a semelhança termina aqui, o Android não usa a Java Virtual Machine (JVM) para executar os arquivos de classe, em vez disso, ele usa a máquina virtual ART/Dalvik, que não é uma JVM verdadeira e não utiliza o bytecode Java propriamente dito.

Para serem executados nas máquinas virtuais ART/Dalvik, os arquivos de classe são compilados em formato DEX. Após a conversão para o formato DEX, os arquivos de classe, juntamente com outros recursos, são empacotados no pacote Android APK para distribuição e instalação em vários dispositivos.

A plataforma Android está mais perto do desenvolvedor Java do que ele mesmo imagina, com poucas adaptações de conhecimento é possível começar a desenvolver aplicativos Android e já iniciar uma carreira em paralelo ou dar um upgrade na sua atual.

Do Java para o Android

Sempre que alguém me pergunta: “Por onde começo a estudar desenvolvimento Android?”

Eu respondo: “Comece aprendendo Java primeiro.”

Mas no seu caso é totalmente diferente, pois você já é desenvolvedor Java e já conhece a linguagem muito bem. O que você vai precisar é fazer apenas algumas adaptações e se acostumar com a API do Android.

Conceitos Básicos

Comece entendendo como funciona a arquitetura e os recursos da plataforma Android, pois é importante conhecer o sistema operacional para o qual você está desenvolvendo os aplicaivos.

Depois, prepare seu ambiente de desenvolvimento Android, configurando o Android Studio e o Java.

Muito provavelmente você já deve ter o Java JDK instalado no seu computador, mas o Android Studio vai exigir a versão JDK 1.8 para compilar seus aplicativos.

Você vai precisar também baixar os componentes do Android SDK, como versões da plataforma e algumas ferramentas. Para isso, utilize o Android SDK Manager para fazer o download e instalar desde a versão Ice Cream Sandwich (15) do Android até a mais recente.

Agora, você pode começar a estudar sobre desenvolvimento Android. Recomendo você começar a entender sobre as Activities e Intents, pois são dois componentes extremamente importantes no Android.

Interface Gráfica

Partindo para a parte de interface gráfica, entenda bem como funcionam as Views e ViewGroups para desenvolver os layouts dos aplicativos. As ListViews também são muito importantes para a construção de layouts no Android.

Para facilitar para os desenvolvedores a criarem layouts bonitos e com uma boa experiência para os usuários, o Android tem a especificação do Material Design. Não deixe de estuda-la também.

E para modularizar seu código e ao mesmo tempo conseguir fazer seu aplicativo encaixar em diferentes tipos de telas de dispositivos, estude os Fragments.

Manipulação de Dados

Trabalhar com dados para o desenvolvedor Java não é nenhuma novidade, pois como a linguagem é focada em soluções enterprise, isso faz parte do dia a dia. No Android não é muito diferente.

Sempre temos que enviar e receber dados de um banco de dados externo, utilizar o banco de dados interno SQLite ou trabalhar com WebServices.

Uma boa vantagem na parte de manipular dados no Android é poder utilizar o conceito de Backend as a Service, caso você não queira desenvolver seu próprio backend em Java.

Ferramentas

Normalmente os Javeiros estão acostumados a utilizar várias ferramentas e bibliotecas para facilitar o desenvolvimento software.

Como o Maven para build de projetos, alguma IDE para desenvolvimento e várias bibliotecas/frameworks

Por exemplo, o Maven para build de projetos e várias bibliotecas e frameworks que ajudam no desenvolvimento diretamente.

No Android nós temos coisas muito parecidas, como o Gradle para build de projetos e vários frameworks para banco de dados, REST, injeção de dependencias e etc.

Fora a facilidade de utilizar diversos serviços do Google para turbinar seus aplicativos.

Próximos passos

Você está a um passo de se tornar um desenvolvedor Android profissional, mas ainda existem algumas armadilhas que você pode acabar caindo ao tentar aprender desenvolvimento Android.

Como eu também vim do desenvolvimento Java, então eu sei exatamente quais os erros que você pode cometer se não seguir o caminho certo. E isso pode ser crucial no seu aprendizado.

Além do mais, depois de muitos anos de experiência e de estudar a plataforma Android, eu desenvolvi um método totalmente único para aprender e desenvolver aplicativos Android.

Se você quer aprender mais e se tornar um desenvolvedor Android PROFISSIONAL, se inscreva na minha aula gratuita e descubra “Os 4 Elementos OBRIGATÓRIOS para Você se Tornar um Desenvolvedor Android Profissional e Independente, Mesmo que Você NÃO seja um Gênio da Programação”.

Enfim, tem muitas outras coisas que eu gostaria de te mostrar sobre o mundo do desenvolvimento Android nessa AULA ONLINE GRATUITA. Dentre elas, alguns passos simples que vão te ajudar a desenvolver aplicativos Android de maneira profissional, independente e sem frustrações.

As aulas tem limites de inscritos, então garanta já a sua vaga!

Gostou do conteúdo deste guia desenvolvedor Java?

Então compartilhe esse artigo com seus amigos e qualquer dúvida deixe nos comentários aqui em baixo.